terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Procurando Bernardo

Este folheto está sendo distribuído em todos os lugares chaves de El Chaltén. O Rolo já fez algumas visitas ao local e, segundo ele, a neve esta baixa e logo teremos condições de achar o corpo. Temos também algumas fotos do local para ajudar a quem for lá.
 Se você for a Chalten, procure o Rolo e diga que que ajudar a procurar o Bernardo; se encontra-lo, favor avisar às autoridades locais ou enviar e-mail para PROCURANDOBERNARDO@GMAIL.COM.

23 comentários:

  1. Katia Arantes escreveu:
    Gostaria de fazer aqui um esclarecimento com relação ao acidente sofrido por meu irmão Bernardo Collares. Eventualmente tem saído na imprensa que "as buscas após o acidente foram interrompidas." Isto não é verdade. Na realidade nunca houve nenhuma busca por parte nem de Brasileiros nem de Argentinos (governos), muito menos buscas por parte de particulares. Uma busca que não começou não pode ser interrompida, sejamos lógicos.
    Na realidade Bernardo está desaparecido e o que a família vem pedindo é ajuda para encontrarem seu corpo agora no verão Patagônico..

    ResponderExcluir
  2. Dia dos Reis! Morte do meu Rei Leão! Leão das Montanhas!
    .por Heliane Collares, sexta, 6 de Janeiro de 2012 às 11:06.Hoje, 06 de janeiro de 2012 ,Dia dos Reis, faz um ano que, para mim, faleceu o meu Rei Leão! Um Leão das Montanhas!

    Há exatamente 1 ano, acompanhava meu marido em um exame médico onde a sala ficou absolutamente às escuras.

    Ele deitado, eu assentada na escuridão. Só nós dois.

    Eis que, de repente, uma sensação de carinho foi me envolvendo num abraço ,abraço este, cheio de ternura e pensei:

    MEU FILHO ESTÁ MORRENDO E SE DESPEDINDO DE MIM...

    Começaram ,então , a surgir varios pontos de luz em toda a sala, como se tivesse sido invadida por vagalumes!

    Claro, começei a chorar e não parei mais.

    A enfermeira entrou para ultimar o exame e me disse:

    seu marido faz o exame e a sra que chora?

    Respondi simplesmente:

    maluquice de velha...

    E até hoje ela pensa isso...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Após um ano,família tem esperança de encontrar montanhista

    Bernardo Collares sofreu acidente na Patagônia argentina

    Célia Costa
    Publicado:O GLobo
    4/01/12 - 15h59

    RIO - Um ano após o trágico acidente sofrido pelo montanhista Bernardo Collares, de 46 anos, durante uma escalada no Monte Fitz Roy, na Patagônia argentina, em 3 de janeiro de 2011, a localização do corpo ainda é um mistério. O corpo teria sido deixado num platô que costuma ficar boa parte do ano coberto por neve. Para surpresa da família, no começo de março, um grupo de montanhistas europeus esteve no local do acidente e tirou fotos. Foram encontradas as sapatilhas de Bernardo e algumas barras de cereais. O corpo, no entanto, não estava no local indicado por Kika Bradford, amiga do montanhista que o acompanhava na escalada.

    Agora, com a chegada do verão argentino, as esperanças da família se reacenderam. A neve já estaria em níveis baixos, e a retomada das buscas deve acontecer no fim deste mês. Um grupo de amigos do montanhista elaborou um cartaz com a foto de Bernardo que está sendo distribuído em El Chaltén a quem for escalar o Fitz Roy.

    A mãe do montanhista, Heliane Collares, disse que a Gendarmería Argentina (a polícia local) já tem ordem judicial para a operação de busca e resgate,e o resgate só a corporação pode fazer.

    — A neve que deve estar cobrindo o meu filho já está derretendo. Por isso, estamos cheios de esperança — disse Heliane.

    A advogada Nancy Waltz, amiga da família, contou que, no carnaval do ano passado, um grupo de montanhistas italianos procurou os Collares e se ofereceu para localizar e fotografar o corpo de Bernardo no platô, que deveria estar sem neve. As fotos seriam necessárias para que a família pudesse entrar com um pedido de óbito por morte presumida.

    Os italianos, no entanto, pediram seis mil euros (R$ 14.460 mil) para fazer as fotos. Segundo Nancy Waltz, a família não fez o pagamento, e os europeus seguiram viagem. Dias depois, enviaram fotos da sua escalada, com o Fitz Roy sem neve. No platô onde Bernardo estaria, apenas vestígios de um acampamento foram encontrados. Isso aumentou ainda mais a angústia da família e também a ansiedade pela chegada do verão.

    Bernardo e Kika escalavam o Fitz Roy quando foram surpreendidos por uma tempestade, que os obrigou a usar uma rota pouco adequada para a descida. Os dois, escaladores experientes, já tinham subido o Fitz Roy. Segundo relato de Kika na época, a subida dos dois foi interrompida, devido à neve e ao vento, quando faltavam cerca de 400 metros para chegar ao topo.

    Com a tempestade, Bernardo e Kika começaram a descida pela mesma rota de subida, com o uso de cordas, e enfrentaram condições extremamente difíceis. Nesse percurso, a corda do escalador teria se soltado. A amiga do montanhista relatou a amigos que, ao cair, Bernardo se chocou com as pedras e fraturou a bacia. Por pouco, não levou junto a corda que sustentava sua companheira de escalada. Kika acomodou Bernardo num lugar protegido e ficou com ele durante quatro horas. Depois, iniciou a descida em busca de ajuda.

    Ela contou que, após o acidente, Bernardo lhe disse que só conseguiria sair do local de helicóptero, devido aos ferimentos. Ainda segundo Kika, o escalador lhe disse que ela precisava descer sozinha e conseguir ajuda. A montanhista levou um dia e meio para chegar à cidade. Em entrevista ao GLOBO, cerca de dez dias após o acidente, Kika contou que, no último diálogo que teve com Bernardo, o amigo lhe recomendou que, se alguém perguntasse por que voltara sozinha, ela deveria dizer que todas as decisões foram tomadas pelos dois.

    Autoridades do governo argentino chegaram a anunciar na época uma operação de resgate do corpo de Bernardo. Um helicóptero, com piloto experiente nesse tipo de trabalho, foi colocado à disposição. A família de Bernardo seguiu para El Chaltén, mas, dias depois, o resgate do corpo foi cancelado.

    ResponderExcluir
  5. Erica Collares Arantes escreveu: Lembrando a todos que o ritual de despedida do corpo em qualquer tribo, comunidadde ou religiao é necessario tanto para o espirito do desencarnado quanto para os familiares e amigos
    há 25 minutos ·

    ResponderExcluir
  6. Erica Collares Arantes escreveu: Lembrando a todos que o ritual de despedida do corpo em qualquer tribo, comunidadde ou religiao é necessario tanto para o espirito do desencarnado quanto para os familiares e amigos
    há 25 minutos ·

    ResponderExcluir
  7. Erica Collares Arantes escreveu: o problema ñ é a imprensa e sim o governo q ñ move uma palha.

    ResponderExcluir
  8. O governo brasileiro é que não move uma palha. O governo argentino já está nos ajudando...

    ResponderExcluir
  9. Por isso ele é o ETERNO PRESIDENTE !!!!!!!!

    Montanhista de carteirinha
    http://www.oeco.com.br

    ResponderExcluir
  10. 1 ano e 1 mes do seu acidente, meu filho...

    Fico revendo as suas fotos de criança , e hoje coloco a que vc está com sua irmã Érica .

    Uma amizade nascida na convivênica com sua familia , com seus irmãos...

    No seu Mapa Natal (horóscopo) vc tem o Sol na Casa 4 que, entre outras coisas, simboliza sua casa materna,um apego ao lar (vendo-o sempre como alegre) ,sua infância, o útero da mãe, sua familia,o atavismo,a ancestralidade, suas raízes, sua PÁTRIA!

    Não era por acaso que você levava as bandeiras de Minas e do Brasil no seu capacete.

    Muitas saudades e ,estamos na luta para repatria-lo, traze-lo de volta para a sua casa, a sua familia, o seu lar ,as suas raízes, a sua PÁTRIA.

    Uma beijoca carinhosa da mamma

    ResponderExcluir
  11. Não somos os únicos a denunciar a precariedade:
    Do site do Rolando Garibotti
    "Patagonia Tragica.
    There were a number of serious accidents in the last good weather window. Carlyle Norman lost her life on Exupery, while several people had rockfall related accidents on Innominata and Noruegos. The fact that this has been one of the driest seasons in history has not helped, but some of the accidents should make us pause and rethink our approach and our respect for these peaks. In an area where wall rescues are not available climbing in parties of three to ensure better chances of self rescue should be strongly considered. Let Bernardo and Carlyle's tragic deaths, dying alone while waiting for a rescue that never comes, be a reminder of just how very serious this area is."

    WWW.PATACLIMB.COM

    ResponderExcluir
  12. E da sua morte, quanto tempo? Quando aconteceu?
    por Heliane Collares, sábado, 3 de Março de 2012 às 11:30 ·
    1 ano e 2 meses do acidente, e da sua morte?

    Quando aconteceu???

    Meu filho ,Bernardo Collares Arantes, não morreu de hipotermia na 1ª noite.

    Não enlouqueceu com a hipotermia e arrancou suas roupas.

    Não estava tão ferido assim : fratura na bacia, possivel fratura de coluna e sangrando, como foi publicado na época por pessoas que se dizem entendidas no assunto.

    Não estava em um estado que não pudesse se mexer ,sequer pegar a agua deixada ao seu lado.

    Não se jogou para se livrar das dores terriveis.

    Não chegou até à borda com mochila ,saco de dormir , manta térmica e capacete para se aliviar das suas necessidades fisiologicas.

    Todos esses argumentos foram usados para se justificar a omissão de socorro e o sumiço do seu corpo que não foi encontrado no platô que estava vazio.



    Pois bem, durante alguns dias 5 profissionais estiveram vasculhando a Super Canaleta, local onde ele poderia estar, caso alguma das hipóteses acima fosse verdadeira.

    Do meu filho, Bernardo Collares Arantes, acharam NADA !!!

    Encontraram sim, material de 10 anos atrás, porque ,excepcionalmente,a Super Canaleta estava completamente sem neve.

    Verão igual a esse em El Chaltén não acontecia há 10 anos.



    Portanto, o "moribundo" desescalou.

    Sem cordas, tentou fazer escalada Solo como já estava treinando aqui no Pão de Açucar e no Pico Maior em Salinas, que, coincidentemente ,ou não, são os lugares onde ele escolheu para que suas cinzas fossem lançadas.



    E meu filho ,Bernardo Collares Arantes,era tão bom no que fazia, que, com tudo contra: ferimentos (agora já não se sabe quais),nevasca, falta de equipamento, tentou descer e NÃO DESPENCOU, porque não está na Super Canaleta.

    Nem ele, nem nenhum dos equipamentos que foram enumerados , que teriam ficado com ele e não estão no platô vazio !!!

    Até agora ,meu filho, Bernardo Collares, encontra-se DESAPARECIDO !!!

    ResponderExcluir
  13. No link abaixo tem uma longa entrevista sobre a nossa saga para resgatar o corpo do Bernardo, das dificuldades encontradas e da surpresa de algumas ajudas inesperadas. Aos poucos vamos divulgar tudo. Podem pergunatar o que quizerem que responderei.
    http://blogdescalada.blogspot.com/2012/03/exclusivo-entrevista-heliane-collares.html#.T1zcSexBZlI.fa
    blogdescalada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. 1 ANO E 3 MESES !!!

    1 ano e 3 meses do seu acidente e,nesta foto, você com 1 ano e 3 meses de vida.

    CARNE DA MINHA CARNE !
    SANGUE DO MEU SANGUE !
    CORAÇÃO DO MEU CORAÇÃO !
    Morreu abandonado com frio, sede,fome e solidão !!!!!!!!!!!!!

    "Só queria agasalhar meu anjo e deixar seu corpo descansar "......................

    ResponderExcluir
  15. Hoje dia 8, Domingo de Páscoa !
    O nº 8 assim como a Páscoa, representam a RENOVAÇÃO e o RENASCIMENTO !!!

    Republico minhas BANDEIRAS TIBETANAS qie representam
    O Buda da Sabedoria Manjushri
    SUCESSO
    As Bandeiras de Oração Manjushri são bandeiras tibetanas que me foram dadas pela minha querida amiga Sonia Maria.
    Elas contêm textos que cortam a inveja, a ignorância e atraem sucesso. Contêm também imagens sagradas budistas.
    Foram abençoadas com Agua Consagrada e erguidas ao vento no dia propício de proteção e vida longa.

    ResponderExcluir
  16. TRIBUTO AO DIPLOMATA DAS MONTANHAS



    03 05 2012

    Hoje se completam 1 ano e 4 meses que meu filho foi acidentado e continua



    DESAPARECIDO !!!



    Reza a lenda que "ninguém é insubstituível" .
    Mas, ninguém substitui o ídolo !


    Quem substituiu Ayrton Senna ? Beethoven? Tom Jobim? Ghandi? Frank Sinatra? Garrincha? Santos Dumont? Monteiro Lobato? Elvis Presley? Os Beatles? Jorge Amado? Pelé? Paul Newman? Tiger Woods? Albert Einstein? Picasso? Zico? Renato Russo? etc...



    Todos esses talentos marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar.

    E, portanto, são sim insubstituíveis.

    Cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa.

    Quando o Zacarias dos Trapalhões 'foi pra outras moradas'. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: "Estamos todos muito tristes com a 'partida' de nosso irmão Zacarias... e hoje, para substituí-lo, chamamos:... .

    NINGUÉM ... pois nosso Zaca é insubstituível"
    Portanto , saiba meu filho:

    Você é um talento único... Você é



    ETERNO, INESQUECÍVEL, INSUBSTITUÍVEL !!!

    ResponderExcluir
  17. Infelizmente, tudo não está nem na mesma. Piorou !!!
    Ou seja , na temporada passada no verão patagônico, contratamos andinistas para fazerem a busca do meu filho na base do Fitz e na base da Super Canaleta,onde os entendidos disseram que ,com CERTEZA, meu filho estaria.
    NÃO ESTAVA!!!
    Apesar do atípico verão patagônico,que há 10 anos não acontecia do glaciar estar seco, sem neve, aconteceu.
    Encontraram e recolheram equipamentos que poluía o glaciar há 10 anos, mas do Bernardo encontraram NADA ! Portanto, ele continua poluindo algum lugar daquela montanha magnífica e majestosa. Poluindo sim,porque o que interessa é o espírito! E o corpo (mais os equipamentos) se deformando e depois se decompondo, só polui o local SAGRADO !!!
    Esse site mostra essa macabra decomposição:
    Veja esta frase do líder do grupo que está limpando o Everest.

    P- E os corpos, haverá algum tratamento especial?

    R- “Todos os corpos estão acima dos 8 mil metros. Precisamos da permissão da família para retirá-los de lá. Como seres humanos, respeitamos a opção da família. Mas a montanha é nosso deus. Rezamos para ela como se fosse para Deus, a todo momento. A política do nosso governo é clara para retirar os corpos, já que eles estão poluindo nosso deus, a montanha.”

    Veja que se ninguém falar nada eles buscam; só não buscam se a família não permitir

    Segue o link abaixo

    http://blogdotony.com.br/corpos-de-alpinistas-abandonados-no-monte-everest/

    isso acabou com o lirismo "ME DEIXE NA MONTANHA


    Mas no próximo verão patagônico, as buscas continuarão, e espero que no local certo, porque agora, ninguém mais sabe onde meu filho se encontra.
    Não estava onde foi deixado, e não estava onde deveria estar caso tivesse caído .
    Contando com a morte declarada na 1ª noite do acidente , a ausência do corpo no local onde foi dito que foi deixado,e agora onde todas as certezas que na base se encontraria não sendo verdadeiras ,sinto como se ele tivesse morrido 3 vezes...
    Deus há de ajudar que pare por aí. Vamos encontra-lo e resgata-lo ,pois foi SEU ÚLTIMO PEDIDO e que foi feito à sua companheira de escalada : desça e providencie resgate!
    Ainda não foi satisfeito...
    E depois,crema-lo e lançar suas cinzas no Pico Maior de Salinas, onde nos pediu em vida...
    Os dois desejos serão satisfeitos pela sua familia que nunca o abandonou. E somente ,ainda , não o conseguimos.
    Assim ,estaremos satisfazendo o pedido que nos fez em vida e seu último pedido, lá no dia do acidente, e, até agora não realizado:
    SER RESGATADO !!!

    ResponderExcluir
  18. Rodrigo Collares Arantes comentou:
    Esta foto foi tirada no primeiro dia da escalada irresponsável e fatídica. Dois dias depois começariam os problemas.
    Largado lá em cima para morrer pelas pessoas que poderiam fazer alguma coisa e se limitaram a declarar sua morte prematura logo nos primeiros dias;
    Ignorado pelas autoridades argentina e brasileira na tentativa de viabilizar algum resgate durante os dias que se seguiram
    Esquecido, por aqueles que dentro da Femerj o chamavam de “ETERNO”, nos 15 meses que se seguiram ao acidente
    Abandonado lá em cima (ou em qualquer outro lugar) por aqueles que ele sempre fez questão de viabilizar o resgate (alpinistas brasileiros). 10 brasileiros fizeram o cume pelo mesmo caminho do Bernardo em um autêntico “passeio no parque” em fevereiro de 2012 para um lugar que inicialmente diziam ser impossível chegar. E todos se negaram a ajudar ou mesmo dizer alguma coisa eu teriam visto;
    A grande verdade é que, além de não fazerem nada, os alpinistas brasileiros ainda tentaram convencer os poucos brasileiros que se prontificaram a ajudar a não fazerem nada. Atitude de marginais que tentaram, a todo custo, encobrir alguma coisa que não querem que apareça. Só não sabemos o que.
    Os poucos brasileiros que se prontificaram a ajudar (e ajudaram muito) nos pediram segredo por medo de pressões de pessoas importantes no montanhismo brasileiro.
    Infelizmente para eles, algumas verdades começam a aparecer:
    1- A Gendarmeria começa a fazer as mesmas perguntas que nós fizemos no início e nos chamaram de tolos;
    2- As versões de morte por hipotermia nas primeiras horas ou de queda acidental “caíram por terra” depois de contratarmos 5 gringos (isto mesmo, 5 gringos) que vasculharam toda a base da supercanaleta e áreas próximas onde ele deveria estar se as primeiras versões fossem verdadeiras.
    3- Restou, por enquanto, apenas a tese de tentativa de autoresgate, o que reforça que nossos pedidos iniciais tinham todo o sentido;
    4- Fica a pergunta do porque da pressão por não ajudar no resgate do corpo
    5- Fica a sensação de que a operação abafa ainda não acabou.
    Espero que cada uma dessas pessoas possa dormir tranquilo. Porque eu posso.
    Abraço
    4 de Junho às 21:21
    ·
    Heliane Collares Vc disse tudo meu filho Rodrigo Collares Arantes.Qdo vc começou a questionar a veracidade da versão oficial, logo em seguida ao acidente, causou reações furiosas das pessoas que a aceitaram numa vassalagem voluntária. Na época, nós não dormiamos e estávamos perplexos com o decorrer dos acontecimentos. Saber que há uma pessoa viva esperando pelo resgate que ele mesmo pediu e a partir de uma avaliação equivocada, errada, decidiram que ele teria morrido na primeira noite! Como vc bem o disse. Será que eles dormem hoje??? E querem deixar o corpo dele poluindo um lugar considerado SAGRADO, por todos! As faces se deformando por causa do frio, como aqueles das fotos do Everest... Não, MEU FILHO não !!!!!!!!!! ·


    -------------------------------------------------------------------------------

    ResponderExcluir
  19. Hoje , dia 03 de junho de 2012 se completam 1 ano e 6 meses do acidente do meu filho!

    Infelizmente, tudo não está nem na mesma. Piorou !!!
    Ou seja , na temporada passada no verão patagônico, contratamos andinistas para fazerem a busca do meu filho na base do Fitz e na base da Super Canaleta,onde os entendidos disseram que ,com CERTEZA, meu filho estaria.
    NÃO ESTÁ !!!
    Apesar do atípico verão patagônico,que há 10 anos não acontecia do glaciar estar seco, sem neve, aconteceu.
    Encontraram e recolheram equipamentos que poluíam o glaciar desde 1970, mas do Bernardo encontraram NADA ! Portanto, ele continua poluindo algum lugar daquela montanha magnífica e majestosa. Poluindo sim,porque o que interessa é o espírito! E o corpo (mais os equipamentos) se deformando e depois se decompondo,se deteriorando, só polui o local SAGRADO !!!
    Esse site mostra essa macabra decomposição:
    Veja esta frase do líder do grupo que está limpando o Everest.

    P- E os corpos, haverá algum tratamento especial?

    R- “Todos os corpos estão acima dos 8 mil metros. Precisamos da permissão da família para retirá-los de lá. Como seres humanos, respeitamos a opção da família. Mas a montanha é nosso deus. Rezamos para ela como se fosse para Deus, a todo momento. A política do nosso governo é clara para retirar os corpos, já que eles estão poluindo nosso deus, a montanha.”

    Veja que se ninguém falar nada eles buscam; só não buscam se a família não permitir

    Segue o link abaixo

    http://blogdotony.com.br/corpos-de-alpinistas-abandonados-no-monte-everest/

    isso acabou com o lirismo "ME DEIXE NA MONTANHA


    Mas no próximo verão patagônico, as buscas continuarão, e espero que no local certo, porque agora, ninguém mais sabe onde meu filho se encontra.
    Não estava onde foi deixado, e não estava onde deveria estar caso tivesse caído .
    Contando com a 1ª morte declarada como se o fora ,na noite do acidente , a 2ª morte na ausência do corpo no local onde foi dito que foi deixado,e agora onde todas as certezas que na base se encontraria não sendo verdadeiras ,sinto como se ele tivesse morrido pela 3ª vez !!!...
    Deus há de ajudar que pare por aí. Vamos encontra-lo e resgata-lo ,pois foi SEU ÚLTIMO PEDIDO e que foi feito à sua companheira de escalada : desça e providencie resgate!
    Ainda não foi satisfeito...
    E depois,crema-lo e lançar suas cinzas no Pico Maior de Salinas, o que e onde nos pediu em vida...
    Os dois desejos serão satisfeitos pela sua familia que nunca o abandonou. E somente , AINDA , não o conseguimos.
    Assim ,estaremos satisfazendo o pedido que nos fez em vida e seu último pedido, lá no dia do acidente, e, até agora não realizado:
    SER RESGATADO !!!


    --------------------------------------------------------------------------------

    ResponderExcluir
  20. Minha amiga Scheila Fernades publicou :

    "Você só entenderá isso quando tiver seus filhos"

    Quem nunca se irritou ao ouvir essa frase? Pois ela realmente é sim, MUITO irritante.
    Aí o tempo passa, a vida segue seu curso, temos nossos filhos e quando nos damos conta, estamos usando a mesma frase e causando em nossos filhos a mesma irritação que sentimos, um dia, num passado não tão distante. Sim, nós só entendemos certas atitudes dos nossos pais, quando temos nossos rebentos, alguns se dão conta disso antes, é raro, mas acontece.
    Outra frase, que de verdade espero NÃO vivenciar para entender é: "Só quem perde um filho sabe a dor que isso provoca." Essa eu acho que é a única dor que não superamos, aprendemos a conviver com ela, mas ela não cicatriza, é ferida latente.
    Tenhos amigos que já perderam seus filhos, mas todos eles puderam enterra-los. Hoje, faz 1 ano e 6 meses que Heliane Collares, luta para poder encontrar o corpo do seu filho, Bernardo Collares que ficou abandonado no Monte Fitz Roy, na Argentina, após um acidente. Digo abandonado pois diferente do que foi divulgado, as buscas não foram cessadas, as buscas NUNCA aconteceram.

    O que dizer para essa mãe:
    Força? Isso ela tem de sobra!
    Fé? Ela também tem. Pois é através da fé que ela encontra a força.
    Cansaço? Imagino que tenha também, afinal, isso de ser forte o tempo todo, cansa.

    A verdade é que não há nada que possa ser dito em situações assim que cause algum alivio imediato. Então, deixo aqui o meu beijo enorme, meu abraço apertado e a certeza que a minha torcida e as minhas orações para que você um dia possa jogar as cinzas do corpo do seu filho, nas Salinas, como ele tanto queria, se concretize. Que Deus permita que o espírito do Bernardo guie as buscas até seu corpo, para que assim, você tenha paz em seu coração, por saber que se fez cumprir a vontade do Bernardo e a sua.


    "As montanhas são uma espécie de reino mágico onde, por meio de algum encantamento, eu me sinto a pessoa mais feliz do mundo."

    - Bernardo Collares - O Diplomata das Montanhas



    E para finalizar, essa música que diz mais que qualquer palavra:

    Pedaço de mim - Chico Buarque e Zizi Possi
    www.youtube.com

    ResponderExcluir
  21. Bernardo Collares
    Horrível!!!
    Só me lembro de ,há 1 ano e 6 meses atrás, várias pessoas tentando me consolar e dizendo: " Morre de hipotermia não é tão mau assim".
    Ninguém quer isso para ninguém, mto menos para um filho :-((((((((((((((((((
    Originalmente publicado no mural de Bernardo
    Heliane Collares OS MELHORES DA SEMANA #18 --> www.morrequepassa.com.br
    Morre Que Passa
    www.morrequepassa.com.br
    Imagens, memes e fotos engraçadas.

    ResponderExcluir
  22. Da série:
    VALE A PENA VER DE NOVO !!!
    Em 08 de maio de 2011

    Sergio Santos
    Homenagem eterna a ti amigo! em Rio das Ostras, no novo setor, onde você esteve no dia 1° de dezembro! Te amamos muito querido!
    Bernardo Collares 8a
    A penúltima via aberta no Setor da Ostra! Um mês depois da visita do nosso saudoso amigo e amigos, em primeiro de dezembro ao novo setor de Rio das Ostras! Ele gostou muito do lugar e deixou grandes e boas lembranças! Fica aqui nossa eterna homenagem!!!
    Duração: ‎14:55

    ResponderExcluir
  23. Da série
    VALE A PENA VER DE NOVO
    Publicado em 14 01 2011
    Bernardo Collares
    apartamento302.wordpress.com
    A experiência em escaladas não livrou Bernardo Collares de cair numa fresta de 20 metros, possivelmente ter quebrado a bacia e ser deixado para trás no monte Fitz Roy, na

    ResponderExcluir